Uma empresa de transporte de valores localizada na cidade de Ribeirão Preto - SP foi alvo de uma quadrilha fortemente armada na madrugada do dia 29 de outubro. O tiroteio entre assaltantes e policiais militares durou cerca de duas horas e no confronto um assaltante morreu, três foram presos, sendo um deles ferido, o dinheiro não foi levado e nenhum policial se feriu na ação.

Seguindo o “modus operandi” de ações desse tipo, os criminosos fizeram reféns, explodiram inúmeros veículos e espalharam obstáculos nos acessos ao local da transportadora, a fim de impedir ou retardar a aproximação dos policiais. Na ação, os marginais utilizaram fuzis de assalto AK-47 e Colt M4, coletes e capacetes balísticos e farta munição, sendo parte desse material apreendido pela polícia.

Os policiais militares utilizaram na ocasião o Fz 5,56 IA2 e um dos oficiais da PMESP que participou da ação deu o seguinte testemunho sobre o desempenho do armamento fabricado pala IMBEL:

“Boa noite,

... Segunda feira tivemos uma verdadeira batalha contra ladrões de uma empresa de valores. Utilizamos o fuzil IMBEL IA2 e os criminosos Ak 47 e Colt M4. Vimos várias vezes as armas inimigas engasgarem e com muito orgulho informo que não tivemos nenhuma falha, nem das armas nem da munição. Parabéns pelo excelente projeto.”

O projeto do Fz 5,56 IA2 é o fruto de anos de pesquisa e desenvolvimento que incluíram testes de natureza e propósitos diversos (areia, poeira, baixa e alta temperatura, resistência, escoamento de água, precisão e segurança), além de ensaios de campo, tendo sido consumidas mais de 100.000 munições para realizá-los. Desse esforço, resultou uma arma de tamanho reduzido, confiável, resistente, leve, de fácil manuseio e manutenção, capaz de ser equipada com diversos dispositivos ópticos e táticos, que transformam o Fz Ass 5,56 IA2 num verdadeiro sistema de armas.

O Fz 5,56 IA2 foi adotado pelo Exército Brasileiro e adquirido por inúmeros órgãos de segurança pública, dentre eles a PMESP, e integra a linha de produtos IA2 composta por fuzis e carabinas nos calibres 5,56 e 7,62. A carabina 7,62 IA2 já está disponível para comercialização e o Fz 7,62 IA2 já teve a sua avaliação técnica concluída pelo Centro de Avaliações do Exército (CAEX) e se encontra na fase de avaliação operacional em três organizações militares do Exército Brasileiro.

O depoimento do policial militar que participou daquela operação policial se soma aos testemunhos de vários outros policiais e comprova a qualidade e confiabilidade do armamento produzido pela IMBEL que combinadas a um adequado plano de manutenção garantem a necessária superioridade operacional das forças de segurança pública sobre o crime organizado.

 

Fonte:

https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2018/10/29/apos-explosoes-policia-militar-faz-cerco-na-zona-leste-para-conter-assaltantes-em-ribeirao-preto-sp.ghtml

NOTÍCIAS ANTERIORES