O Prêmio Tiradentes é uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e o Ministério da Defesa (MD).

Prêmio Tiradentes identifica e valoriza a produção de pesquisas e estudos acadêmicos sobre temas que tenham relevância para a defesa e a segurança nacional. Tem como finalidade a contribuição para a formulação de políticas públicas, além de estimular a divulgação no país e no exterior dos resultados e produtos derivados da parceria entre a CAPES e o Ministério da Defesa.

O Tenente Coronel Rodrigo Leonard Barboza RODRIGUES, Engenheiro Militar, que tem 7 (sete) anos de experiência na Fábrica da Estrela (FE) se inscreveu no Concurso e conquistou o 2º lugar com a Tese  "Estudo de Composições de Propelentes Ambientalmente Seguras para Propelentes à Base de Nitrocelulose” que permitem a produção de propelentes especialmente pólvoras à base de nitrocelulose com características de menor toxicidade e maior estabilidade química. De acordo com o TC Rodrigues “essa investigação pretende substituir as formulações atualmente empregadas na produção de propelentes para foguetes, mísseis, morteiros canhões e obuseiros, privilegiando os componentes disponibilizados pela indústria nacional em detrimento dos itens importados”.

Para o Militar, esse estudo evidenciou que produtos naturais, como a curcumina, o guaiacol e sua associação com o d-limoneno, são viáveis para substituir os estabilizantes tradicionais, como a difenilamina e a etilcentralite, atualmente empregados nas formulações das pólvoras de base simples. Esses estabilizantes verdes também eliminaram a possibilidade de efeitos tóxicos devido a formação de grupos nitrosos (carcinogênicos e mutagênicos), já conhecida dos principais produtos da degradação da nitrocelulose, e aumentaram o seu tempo de vida útil. Isso gera economia para as Forças Armadas, pois aumenta o tempo de armazenamento das munições nos paióis, evita a destruições de lotes e a frequência de provas químicas de estabilidade e, especialmente, aumenta a segurança na manipulação destes produtos energéticos, prezando pela saúde dos agentes envolvidos.

O TC Rodrigues destacou a participação do Cap Legendorf e da Engenheira Vânia que ajudaram a viabilizar a produção e também do Chefe da Fábrica Presidente Vargas por acreditar no trabalho da nova pólvora verde.

O Prêmio Tiradentes visa estimular e valorizar a produção acadêmica. Além do reconhecimento financeiro, haverá também apoio à participação dos vencedores em congressos acadêmico-científicos.

A IMBEL parabeniza o TC Rodrigues pela conquista!

 

NOTÍCIAS ANTERIORES

 

*Você pode selecionar a Unidade de Produção de interesse

Sede FE FI FPV FJF FMCE